Colóquios IFSC – Colloquium Diei

Notícias
25 de novembro de 2020

IceCube: Opening a new window on the Universe from the South Pole

Na edição do “Colloquium diei” relativa ao dia 13 de novembro de 2020, transmitida ao vivo no Canal Youtube do IFSC/USP, Francis Halzen (Wisconsin IceCube Particle Astrophysics Center / Department of Physics, University of Wisconsin–Madison – USA) dissertou sobre o tema “IceCube: opening a new window on the on the Universe from the South Pole.

Recorde, clicando na imagem abaixo, como foi esse colóquio promovido pelo Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP).

Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

16 de outubro de 2020

“Colloquium diei” – Quantum computing and cavity QED with spins

O IFSC/USP realizou na manhã do dia 16 de outubro mais uma sessão do programa “Colloquium diei”, desta vez com a participação do Prof. Dr. Guido Burkard, docente e pesquisador da Universidade de Konstanz (Alemanha), que dissertou sobre o tema Quantum computing and cavity QED with spins.

Burkard destacou os avanços recentes relacionados ao processamento de informações quânticas baseado em spin, de uma perspectiva teórica, incluindo o impacto de novos sistemas de materiais e nanoestruturas, controle de spin elétrico e o acoplamento de spins individuais ao campo quantizado de um ressonador de microondas supercondutor.

O palestrante lançou ainda uma discussão sobre a importância da hibridização de carga de spin para controle e medição de qubit de spin, tendo apresentado vários exemplos.

Para conferir o vídeo desta palestra, clique na imagem abaixo.

Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

5 de outubro de 2020

Nanoscópio: Da reconstrução em bicamada de grafeno à inovação

Em mais uma edição do programa Collooquium diei, O Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP) recebeu no passado dia 02 de outubro o Prof. Ado Jório de Vasconcelos, docente e pesquisador do Instituto de Física da Universidade Federal de Minas gerais (UFMG), que dissertou sobre “Nanoscópio: Da reconstrução em bicamada de grafeno à inovação”.

Em sua apresentação, o pesquisador salientou que para visualizar estruturas cristalográficas é já amplo o conhecimento de que  são necessários comprimentos de onda na região dos raios-x. Com o advento da espectroscopia nano-Raman, é possível, entretanto,  visualizar estruturas nanométricas, ou até subnanométricas, utilizando a luz visível.

O pesquisador apresentou, em seu colóquio, diversos estudos nos efeitos de reconstrução em bicamadas de grafeno, rodadas em baixo ângulo, bem como os resultados dos esforços feitos para a compreensão com base no nanoscópio.

Para acompanhar a gravação deste colóquio, clique AQUI.

Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

18 de setembro de 2020

“Colloquium diei” com o pesquisador Matthias Vojta (TU Dresden)

O Instituto de física de São Carlos (IFSC/USP) realizou no passado dia 18 de setembro, a partir das 10h30, através do canal Youtube, mais um colóquio integrado no programa Colloquium diei, subordinado ao tema Strong correlations and quantum criticality: From spin liquids to high-temperature superconductivity, com a participação do pesquisador Matthias Vojta (TU Dresden – Germany).

Em sua apresentação, Vojta mostrou de que forma os sistemas quânticos de muitos corpos apresentam interações fortes, que se apresentam fundamentais tanto na busca por novos fenômenos, quanto no design de novos materiais.

A primeira parte da palestra descreveu aspectos gerais das transições de fase quântica, incluindo desenvolvimentos recentes de criticidade quântica, seguindo-se alguns exemplos de transições de fase quântica quando colocadas em contato com experimentos recentes.

Clique na imagem para assistir ao colóquio.

Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

10 de setembro de 2020

“Colloquium diei” com Prof. Dr. Alberto Salleo (Stanford University)

Charge transport in conjugated polymers and the importance of order, from atomic to local to mesoscale foi o título do colóquio apresentado pelo IFSC/USP, no passado dia 04 de setembro de 2020, inserido na iniciativa Colloquium diei, com a participação do Prof. Dr. Alberto Salleo, docente e pesquisador da Stanford University (EUA).

Em sua apresentação, Salleo começou por informar que polímeros conjugados são uma família de semicondutores não convencionais que se prestam a técnicas de deposição de baixo custo, como impressão, sendo que eles têm sido usados ​​para uma série de aplicações, incluindo transistores, células solares e LED’s.

Em todos esses dispositivos, o transporte de carga é de suma importância. O transporte de carga é medido pela mobilidade da transportadora. A mobilidade do portador em polímeros conjugados continua a aumentar com relatórios recentes de mobilidades de efeito de campo excedendo 10 cm2 / V.s (para referência, silício amorfo, o semicondutor mais vendido no mundo, quando medido por área, tem uma mobilidade de 1 cm2 / V.s).

O transporte de carga é intrinsecamente dependente de processos que ocorrem em várias escalas de comprimento e é fortemente dependente da micro-estrutura dos materiais. Em seus trabalhos, o pesquisador tem usado XRD baseado em síncrotron para determinar o empacotamento de células unitárias e para demonstrar a importância da conectividade entre cristalitos de polímero.

Além disso, Salleo tem estudado a organização de mesoescala de polímeros, usando duas técnicas baseadas em microscopia eletrônica de transmissão, permitindo quantificar a ordem local e as correlações em centenas de nanômetros.

Esses estudos multiescala de microestrutura são fundamentais para orientar a compreensão do transporte de carga em polímeros conjugados.

Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

24 de agosto de 2020

Coloquium diei: Ultrafast Strong Field Atomic and Molecular Physics

Na primeira edição virtual do Colloquium Diei, devido à pandemia da COVID-19, realizada no dia 21 de agosto, o palestrante convidado foi Phil Bucksbaum (Stanford e presidente da APS), que dissertou sobre o tema Ultrafast Strong Field Atomic and Molecular Physics.

Em sua apresentação, Bucksbaum realçou a forma como as forças elétron-elétron e elétron-íon conduzem todos os processos da química, tendo sublinhado que, por muitos anos, essas interações foram difíceis de capturar em experimentos, devido às escalas de tempo ultracurtas e distâncias envolvidas.

Dois avanços na tecnologia do laser levaram a métodos que superam esses problemas. O primeiro foi o desenvolvimento, há 30 anos, de poderosos lasers ultrarrápidos com campos ópticos focados comparáveis aos campos de ligação em ligações químicas, excedendo um volt por Angstrom. Esses lasers levaram a novas maneiras de controlar as interações dos elétrons nos átomos em suas escalas de tempo naturais. O segundo avanço foi o desenvolvimento, na última década, de lasers ultrarrápidos de raios-X, com comprimentos de onda Angstrom e campos focalizados ainda mais altos. Eles podem ser usados para produzir filmes de moléculas à medida que passam por rearranjos de ligações em dezenas a centenas de femtossegundos (milionésimo bilionésimo de segundo).

O palestrante enfatizou que melhorias recentes na fonte de raios-X em breve permitirão medições que podem resolver o movimento do elétron em escala de attossegundos (bilionésimo do bilionésimo de segundo) em interações de raios-x átomos.

Clique AQUI para assistir o vídeo deste colóquio.

Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

Acompanhe a transmissão ao vivo, no dia do colóquio (sextas-feiras às 10h30).

 

YouTube

 

IPTV-USP

Fale conosco
Instituto de Física de São Carlos - IFSC Universidade de São Paulo - USP
Obrigado pela mensagem! Assim que possível entraremos em contato..