NOTÍCIAS

Dia de comemoração: “2nd Einstein Day” no Instituto de Física de São Carlos

Cento e quarenta anos se passaram sobre o nascimento de Albert Einstein (14/03/1879), uma efeméride que foi devidamente assinalada no IFSC/USP, no dia 14 deste mês, através de uma série de eventos acadêmicos à qual se atribuiu a denominação de 2nd Einstein Day, dando sequência à comemoração similar que aconteceu em 2018 no nosso Instituto.

Foram seis os eventos realizados no âmbito deste 2nd Einstein Day, sob a coordenação da docente e pesquisadora do IFSC/USP, Profª Betti Hartmann, que congregaram os alunos da pós-graduação de nosso Instituto. Saliente-se que, em simultâneo, esta data também comemorou a passagem dos cem anos sobre as famosas expedições organizadas e lideradas pelo britânico Sir Arthur Eddington a Sobral (Ceará), e na ilha do Príncipe (São Tomé e Príncipe – costa africana), eventos esses que ocorreram simultaneamente durante o eclipse solar registrado no dia 29 de maio de 1919, sendo que o britânico escolheu esses locais por oferecerem as melhores condições para a observação do fenômeno que acabaria por confirmar uma das mais extraordinárias previsões da Relatividade Geral de Albert Einstein, que ficou conhecida como “Todas as luzes se curvam no firmamento”.

Prof. Mauricio Richartz em anterior passagem pelo nosso Instituto

Os destaques da programação começaram no período da manhã do passado dia 14, cerca das 10 horas, os alunos de pós-graduação do IFSC/USP tiveram a oportunidade de assistir no Auditório “Prof. Sérgio Mascarenhas” ao filme “Introdução a pesquisa na relatividade Geral no IFSC”, enquanto que mais tarde, por volta das 13 horas, no Espaço de Convivência “Prof. Horácio Carlos Panepucci”, houve a apresentação de trabalhos (pôsteres) de pesquisa realizados na área de gravidade.

Também no período da tarde, a Profª Betti Hartmann apresentou um seminário onde discorreu sobre as equações que estiveram na origem das previsões de Einstein sobre a Relatividade Geral, ao que se seguiu outro seminário apresentado pelo Prof. Maurício Richartz, subordinado ao tema “Observando as oscilações características de um vórtice hidrodinâmico”, tendo sido reservada para o final do dia a palestra inserida igualmente no programa “Ciência às 19 Horas”, intitulada “Todas as luzes se curvam no firmamento – 100 anos do eclipse que transformou Einstein numa celebridade”, apresentada pelo Prof. Alberto Saa, docente e pesquisador do Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica da UNICAMP, onde apresentou e discutiu vários pormenores científicos e históricos das expedições acima citadas, que acabaram transformando Einstein em uma das figuras mais populares do Século XX.

Clique na Imagem abaixo para assistir aos comentários do pesquisador sobre esta comemoração.

Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

Unidades da USP podem indicar professores para “Prêmio de Inovação”

Com o objetivo de valorizar e reconhecer os professores que se destacaram, ao longo de suas atividades acadêmicas, com contribuições para inovações científicas, tecnológicas ou culturais, a Universidade lançou em 2017 o Prêmio USP – Trajetória pela Inovação. A iniciativa da Pró-Reitoria de Pesquisa e da Agência USP de Inovação chega à sua segunda edição.

Unidades, museus e institutos especializados da USP devem indicar um docente da ativa ou aposentado e, de forma facultativa, um docente in memoriam que tenha se destacado em suas atividades acadêmicas, com contribuições para inovações científicas, tecnológicas ou culturais. A indicação cabe à congregação ou colegiado equivalente, ouvida a Comissão de Pesquisa onde houver.

Na primeira edição do Prêmio foram 43 indicações de docentes  ativos em seus cargos, ou já aposentados, e mais nove na categoria in memoriam. Cinco professores foram homenageados: Glaucius Oliva, do Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP); Ismar de Oliveira Soares, da Escola de Comunicações e Artes (ECA); Kazuo Nishimoto, da Escola Politécnica (Poli); José Roberto Postali Parra, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq); e Marcelo Britto Passos Amato, da Faculdade de Medicina (FM). Também foi outorgado, por indicação do reitor Vahan Agopyan, o Prêmio USP Trajetória pela Inovação in memoriam para o professor do IFSC, Horácio Carlos Panepucci.

A comissão coordenadora do prêmio, localizada no campus da USP em São Carlos, pode ser contatada pelo e-mail premioinovacao@usp.br ou pelo telefone (16) 3373-8052.

Os formulários devem ser enviados até o dia 30 de agosto.

Para mais informações, clique AQUI.

(In: Jornal da USP)

Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

Academia Brasileira de Ciências com jovens membros

Os professores Diogo de Oliveira Soares Pinto, do Instituto de Física de São Carlos (IFSC), e Tiago Pereira da Silva, do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), são os novos membros afiliados da Academia Brasileira de Ciências (ABC), para o período de 2019 a 2023.

Anualmente, a ABC elege jovens cientistas de excelência, com menos de 40 anos, para integrarem a Academia por um período de cinco anos. A criação da categoria de membros afiliados tem por objetivo identificar e estimular jovens com grande potencial para a ciência.

A cerimônia foi realizada no dia 14 de março, na Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, no campus de São Paulo, durante um simpósio no qual o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e ex-reitor da USP, Marco Antonio Zago, proferiu conferência sobre o tema Medicina: Engenho e Arte. Os diplomados também apresentaram suas pesquisas no evento.

Professor doutor do IFSC desde 2013, Diogo de Oliveira Soares Pinto é graduado em Física (2003) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com doutorado em Física (2009) pelo Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF). Suas pesquisas são principalmente em informação quântica, tendo contribuído para a caracterização de correlações quânticas em sistemas de ressonância magnética nuclear (RMN) e em materiais magnéticos. Dedica-se à melhoria de protocolos de estimativa de parâmetros a partir da teoria quântica (metrologia quântica) e se estende à geometria da informação, dinâmica de sistemas abertos e termodinâmica de sistemas fora de equilíbrio.

Diogo de Oliveira Soares Pinto, do Instituto de Física de São Carlos (IFSC), e Tiago Pereira da Silva, do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC)

Tiago Pereira da Silva é professor associado do ICMC desde 2015. Obteve o bacharelado em Física (2004) pela USP, doutorado em Matemática (2007) pela Universidade de Potsdam, na Alemanha, e a livre-docência em Matemática (2015) pela USP. O tema central de sua pesquisa é o comportamento coletivo que emerge de forma espontânea em sistemas dinâmicos que interagem. Em particular, o foco de estudo é como a estrutura de interação infere com a dinâmica individual para gerar novos comportamentos dinâmicos.

(Da esq. p/ dir.) Vice-presidente da ABC, Oswaldo Luiz Alvez; o reitor da USP, Vahan Agopyan; e o diretor-geral do CNPEM, Antonio José Roque da Silva

“A produção do conhecimento e da ciência e a formação profissional são as principais ferramentas para o desenvolvimento da sociedade. Não há nenhuma nação no mundo que tenha se desenvolvido sem investimento pesado nessas duas áreas. Quero parabenizar os jovens pesquisadores, e novos membros da ABC, que nos dão esperança no futuro deste país”, destacou o reitor da USP, Vahan Agopyan, na cerimônia.

O vice-presidente Regional São Paulo da ABC, Oswaldo Luiz Alves, ressaltou que “hoje temos a oportunidade de festejar a ciência, a tecnologia e a inovação, aqui representadas pelos novos membros afiliados da Academia”.

Além dos docentes da USP, outros quatro jovens cientistas foram eleitos pela Vice-Presidência Regional São Paulo: Gustavo Silva Wiederhecker, Thiago Pedro Mayer Alegre e Rafael Vasconcelos Ribeiro, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), e Mateus Borba Cardoso, do Laboratório Nacional de Nanotecnologia, ligado ao Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM).

(Adriana Cruz / Reitoria da USP)

Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

EE Prof. José Juliano Neto homenageia pesquisador do IFSC/USP

Prof. Tundisi dirigindo-se aos alunos

“Nossa! Joguei bola centenas de vezes neste espaço”. Foram estas as primeiras palavras que o docente e pesquisador do IFSC/USP, Prof. Vanderlei Bagnato, proferiu assim que entrou no amplo saguão da Escola Estadual Prof. José Juliano Neto, em São Carlos, inicialmente convidado para um encontro informal com responsáveis pela escola, mas imediatamente recebido de forma calorosa pela diretoria, representantes do corpo docente e pedagógico, e, ainda, pela dirigente da Diretoria de Ensino da Região de São Carlos, Profª. Débora Gonzalez Costa Blanco, acompanhada pelo Secretário Municipal de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação de São Carlos, Prof. José Galizia Tundisi.

Uma foto do pesquisador do IFSC/USP, de grandes dimensões, compunha um conjunto de bonitos painéis didáticos no saguão, com a seguinte frase “Espaço Vanderlei Bagnato”. “Caramba! Que é isso? Mas não era apenas uma reunião que estava marcada?”, balbuciou Bagnato olhando para o chão, enquanto caminhava na direção de uma das salas de aula da escola: assim que entrou na sala, alunos e convidados presentes ovacionaram o pesquisador, que ficou sem fala, apenas esboçando um sorriso de surpresa.

“Gostaria que vocês, queridos alunos conhecessem um dos maiores cientistas de nossa cidade, do país, reconhecido internacionalmente. Aqui está ele, na nossa escola, em carne e osso, o Prof. Vanderlei Bagnato, do Instituto de Física de São Carlos, da USP, que inaugura um projeto da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação de São Carlos, que consiste em levar às nossas escolas, aos nossos alunos e professores, os cientistas que trabalham na nossa cidade, que aqui desenvolvem suas pesquisas em prol do bem estar da sociedade: e o Prof. Vanderlei Bagnato foi o primeiro desse importante lote de homens que dedicam sua vida à ciência. Bagnato já deu aulas para milhares de alunos e é nossa intenção estimular vocês a entenderem o que é ser um cientista, e, no caso do Prof. Bagnato, mostrar o que é ser um cidadão preocupado com sua cidade e com o mundo que o rodeia. Espero que vocês se entusiasmem com este exemplo e que também sigam os passos rumo ao desenvolvimento da ciência na nossa cidade e no país”, sublinhou o Prof. José Galizia Tundisi, que explicou o significado do evento, inserido no projeto “Ciência nas Escolas”. “O objetivo do projeto é difundir o conhecimento da ciência nas escolas e em espaços educacionais. Por meio de pôsteres são apresentados temas voltados para o meio ambiente, vida saudável, desenvolvimento sustentável, além de homenagear cientistas brasileiros e estrangeiros, mundialmente conhecidos. Por meio desse projeto disponibilizamos para as escolas de ensino fundamental e ensino médio, informações sobre temas fundamentais nas mais variadas áreas da ciência. Hoje foi a vez dos alunos da Escola Estadual Juliano Neto conhecerem o trabalho desenvolvido na área da Física Atômica pelo professor Bagnato, com a abertura do espaço com seu nome destinado ao projeto. A nossa intenção é criar esse ano outros vinte espaços do projeto, sendo dez em escolas estaduais e igual número em escolas municipais. Essa geração precisa conhecer nomes que fazem história na ciência”, sublinhou.

Já no amplo saguão, onde entretanto se concentrou a maior parte dos alunos para homenagear o pesquisador, Vanderlei Bagnato enfatizou que não merecia ter uma foto sua na escola: “Tenho feito muito pouco para aquilo que é necessário fazer. Não mereço ter uma foto aqui na escola. Contudo, vou assumir aqui a responsabilidade perante todos vocês de, periodicamente, vir comer uma merenda e sentar com vocês para conversar. Aqueles que dentre todos vocês se julga pior, pode ir muito além do que qualquer um de nós. Vocês têm que ser determinados. Não me vejam como um grande cientista, mas sim como uma pessoa comum que há cinquenta anos atrás estava com as mesmas dúvidas e os mesmos medos que vocês têm agora. O que é que eu vou ser no mundo? Qual vai ser o meu lugar? E vocês vão encontrar seu caminho, apenas não esperam que outros façam isso por vocês”.

Na despedida, Vanderlei Bagnato sublinhou que a partir daquele momento todos os alunos passariam a ser seus parceiros. “Me procurem no Instituto de Física de São Carlos, na USP. Quando eu jogava bola aqui nesta escola me chamavam de “Vandão”: procurem pelo “Vandão” no Instituto, subam e vamos conversar quando vocês quiserem. Estou muito sensibilizado com esta homenagem. Um cientista vive de seus reconhecimentos e não de seus dividendos”.

Conforme sublinhou a Profª. Débora Gonzalez Costa Blanco, a Escola Estadual Prof. José Juliano Neto foi o estabelecimento de ensino da cidade de São Carlos que teve o maior número de inscrições no programa “Vem pra USP”.

No meio da galera

Rui Sintra – Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

 

 

 

 

Dia 20 de março: “Momento Bem Estar” na Biblioteca do IFSC/USP

Dia 20 de março é dia de recomeçar os encontros semanais de meditação no 1o. piso da Biblioteca do IFSC/, que acontecerão todas as 4as. feiras das 12:30 as 13:00 hs..

Esperamos todos os interessados para mais um momento de leveza para nossa mente e corpo, com a participação da educadora Patrícia Cristina Silva Leme (Pazu) que tem coordenado estas sessões que se iniciaram em outubro de 2018, com a participação não só da comunidade do IFSC/USP, como, também, de muitas pessoas oriundas da sociedade civil são-carlense, procurando formas de equilíbrio e de tranquilidade mental espiritual que só a meditação proporciona.

Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

 

Seminário “Rectification in Classical and Quantum Systems”

O Grupo de Óptica do IFSC/USP realizou no dia 19 do corrente mês mais um seminário, desta vez com a presença do Prof. Emmanuel Araújo Pereira, docente e pesquisador da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que dissertou sobre “Rectification in Classical and Quantum Systems: Searching for Efficient Thermal and Spin Diodes”, tendo começado por salientar que a natureza tem à sua disposição vários mecanismos de transporte de energia: condução por eletricidade, por calor, etc. O incrível desenvolvimento da eletrônica moderna, devido à invenção de transistores e outros dispositivos de estado sólido, é bem conhecido, com impacto em nossas vidas diárias.

Contudo, o pesquisador salientou que a situação de suas contrapartes é diferente. A fonônica, por exemplo, dedicada à manipulação da corrente de calor, permanece praticamente paralisada em termos de gerenciamento de circuitos térmicos, principalmente devido à falta de diodos térmicos eficientes.

Neste seminário, o palestrante revisou, de forma breve, alguns trabalhos com sugestões para superar o problema dos diodos térmicos usuais, com pequeno fator de retificação, decaindo rapidamente para zero à medida que o tamanho do sistema aumenta.

Por outro lado, Emmanuel Araújo Pereira fez a análise de alguns modelos clássicos de osciladores e alguns sistemas de spin quântico, nos quais também são consideradas as propriedades da corrente de spin, tendo descrito alguns resultados interessantes, incluindo a possibilidade de um modelo de diodo de spin perfeito, e também de outro modelo com uma perfeita retificação térmica.

Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

 

 

 

 

 

 

 

IFSC EM PROL DA SOCIEDADE

EVENTOS

COLÓQUIOS E SEMINÁRIOS

NOTÍCIAS

Dia de comemoração: “2nd Einstein Day” no Instituto de Física de São Carlos

Cento e quarenta anos se passaram sobre o nascimento de Albert Einstein (14/03/1879), uma efeméride que foi devidamente assinalada no IFSC/USP, no dia 14 deste mês, através de uma série de eventos acadêmicos à qual se atribuiu a denominação de 2nd Einstein Day, dando sequência à comemoração similar que aconteceu em 2018 no nosso Instituto. […]

Unidades da USP podem indicar professores para “Prêmio de Inovação”

Com o objetivo de valorizar e reconhecer os professores que se destacaram, ao longo de suas atividades acadêmicas, com contribuições para inovações científicas, tecnológicas ou culturais, a Universidade lançou em 2017 o Prêmio USP – Trajetória pela Inovação. A iniciativa da Pró-Reitoria de Pesquisa e da Agência USP de Inovação chega à sua segunda edição. Unidades, […]

Academia Brasileira de Ciências com jovens membros

Os professores Diogo de Oliveira Soares Pinto, do Instituto de Física de São Carlos (IFSC), e Tiago Pereira da Silva, do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), são os novos membros afiliados da Academia Brasileira de Ciências (ABC), para o período de 2019 a 2023. Anualmente, a ABC elege jovens cientistas de excelência, […]

IFSC EM PROL DA SOCIEDADE

EVENTOS

COLÓQUIOS E SEMINÁRIOS

Fale conosco
Instituto de Física de São Carlos - IFSC Universidade de São Paulo - USP
Obrigado pela mensagem! Assim que possível entraremos em contato..