NOTÍCIAS

Destaques da produção científica do IFSC/USP (Jul/Ago -2021)

A Biblioteca do IFSC apresenta os artigos científicos produzidos pelos seus docentes e pesquisadores que foram identificados como interessantes no bimestre de Jul./Ago. de 2022 pela Essential Science Indicators, um dos produtos de citação da agência Clarivate Analytics/Thomson Reuters. Lembramos que o acesso ao texto completo é liberado para comunidade USP ou quem tem acesso ao Portal CAPES.

Para mais informações: sbiprod@ifsc.usp.br

ÁREA:   Agricultural Sciences

Development of cellulose-based bactericidal nanocomposites containing silver nanoparticles and their use as active food packaging

ÁREA:   Chemistry

A review on chemiresistive room temperature gas sensors based on metal oxide nanostructures, graphene and 2D transition metal dichalcogenides

Carbon-based materials in photodynamic and photothermal therapies applied to tumor destruction 

Electrochemical immunosensors using electrodeposited gold nanostructures for detecting the S proteins from SARS-CoV and SARS-CoV-2

Emergence of complexity inhierarchically organized chiral particles

findMySequence: a neural-network-based approach for identification of unknown proteins in X-ray crystallography and cryo-EM

Folding of xylan onto cellulose fibrils in plant cell walls revealed by solid-state NMR

Molecular docking and structure-based drug design strategies

The past and the future of Langmuir and Langmuir-Blodgett films  

Plasmonic biosensing: focus review

Wearable sensors made with solution-blow spinning poly(lactic acid) for non-enzymatic pesticide detection in agriculture and food safety

Yolk-shelled ZnCo2O4 microspheres: surface properties and gas sensing application

ÁREA:   Clinical Medicine

Features of third generation photosensitizers used in anticancer photodynamic therapy: Review

ÁREA:   Computer Science

Clustering algorithms: a comparative approach

ÁREA:   Materials Science

A non-volatile organic electrochemical device as a low-voltage artificial synapse for neuromorphic computing

ÁREA:   Molecular Biology & Genetics

Functional and evolutionary insights from the genomes of three parasitoid Nasonia species

ÁREA: Pharmacology & Toxicology  

ADMET modeling approaches in drug discovery

ÁREA:   Physics

Antiproton flux, antiproton-to-proton flux ratio, and properties of elementary particle fluxes in primary cosmic rays measured with the Alpha Magnetic Spectrometer on the International Space Station

Boosting the sensitivity of Nd3+-based luminescent nanothermometers

Generalized Geometric Quantum Speed Limits   

Observation of the Identical Rigidity Dependence of He, C, and O Cosmic Rays at High Rigidities by the Alpha Magnetic Spectrometer on the International Space Station

Observation of new properties of secondary cosmic rays lithium, beryllium, and boron by the alpha magnetic spectrometer on the International Space Station

Precision measurement of the boron to carbon flux ratio in cosmic rays from 1.9 GV to 2.6 TV with the Alpha Magnetic Spectrometer on the International Space Station

Precision measurement of the helium flux in primary cosmic rays of rigidities 1.9 GV to 3 TV with the Alpha Magnetic Spectrometer on the International Space Station

Precision measurement of the proton flux in primary cosmic rays from rigidity 1 GV to 1.8 TV with the Alpha Magnetic Spectrometer on the International Space Station

Revisiting the optical bandgap of semiconductors and the proposal of a unified methodology to its determination

The Kuramoto model in complex networks

The Pierre Auger Cosmic Ray Observatory

Towards understanding the origin of cosmic-ray positrons

ÁREA:   Space Science

Detection of variable VHE γ-ray emission from the extra-galactic γ-ray binary LMC P3

Introducing the CTA concept

Multi-messenger observations of a binary neutron star merger

Observation of a large-scale anisotropy in the arrival directions of cosmic rays above 8 x 1018 eV

Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

Empregando a neuroproteômica na compreensão do cérebro humano

O Prof. Daniel Martins-de-Souza (IB-UNICAMP) foi o palestrante convidado em mais um colóquio promovido pelo IFSC/USP no dia 25 de novembro, subordinado ao tema “Empregando a neuroproteômica na compreensão do cérebro humano”

A proteômica evoluiu nas últimas duas décadas de uma ferramenta metodológica para uma ciência capaz de fornecer a compreensão biológica de sistemas complexos.

Tal evolução, possível devido a desenvolvimentos significativos em equipamentos e metodologias de laboratórios “molhados” e “secos”, permitiu retratar vias bioquímicas e processos biológicos associados à saúde e à doença.

Sendo o cérebro o mais enigmático dos órgãos humanos, a proteômica passou a desempenhar um papel fundamental na sua compreensão. Esta história, que começou há mais de 20 anos, ainda está sendo escrita, tendo fornecido, por exemplo, respostas sobre como o SARS-CoV-2 pode afetá-lo.

Em sua palestra, o Prof. Daniel Martins-de-Souza abordou alguns capítulos dessa história, ao investigar transtornos psiquiátricos e, mais recentemente, a COVID-19.

Surpreendentemente (e infelizmente), existem algumas características comuns desencadeadas pelo SARS-CoV-2 no proteoma cerebral que são observáveis também no proteoma cerebral da esquizofrenia, como alterações em proteínas associadas a eventos moleculares (neuro)degenerativos, fatos que foram igualmente abordados pelo palestrante convidado.

Rui Sintra – Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

“Laboratório Avançado de Física” na USP de São Carlos – Prof. Máximo Siu Li: uma homenagem merecida

O “Laboratório Avançado de Física”, localizado no edifício denominado “Laboratórios de Ensino de Física” (LEF), é a principal estrutura do Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP) por onde passam os alunos que estão finalizando seus cursos, e dotado das ferramentas essenciais dedicadas aos mais atuais e revolucionários experimentos postos à disposição dos jovens estudantes. Já com quarenta anos de existência, pode-se dizer que esse laboratório não envelheceu – muito pelo contrário -, graças ao empenho e dedicação daquele que sempre viveu (e vive) em prol da ciência e do ensino em nossa cidade e, particularmente, na USP de São Carlos – o Prof. Dr. Máximo Siu Li. Embora esteja aposentado há cerca de dez anos, o Prof. Máximo continua a se preocupar e a colaborar com aquilo que é sua paixão ao longo de praticamente meio século de atividade: ajudar os alunos do IFSC/USP e de outras áreas do conhecimento a superarem suas dificuldades e a encontrarem os caminhos ideais após a graduação.

Por esse laboratório já passaram nomes que hoje são colegas de Academia: Osvaldo Novais de Oliveira Junior, Vanderlei Salvador Bagnato e Sebastião Pratavieira são três desses nomes que atestam o quanto o Prof. Máximo Siu Li foi – e é – importante para o Instituto de Física de São Carlos, através de sua dedicação em dotar e manter o “Laboratório Avançado de Física” como uma pedra basilar do Instituto, considerado o núcleo central para os alunos dos cursos de graduação do IFSC/USP.

“São quatro décadas de um trabalho inacreditável no “Laboratório Avançado de Física” feito pelo Prof. Máximo em duas vertentes. A primeira, diz respeito ao intenso trabalho que ele tem feito na idealização e implementação de todos os experimentos que compõem esse laboratório, que está dividido por salas temáticas, sendo que cada uma delas corresponde a um determinado tipo de experimento. A segunda vertente de seu trabalho é relativa à elaboração de apostilas e roteiros que auxiliam os alunos a encontrar os caminhos para o sucesso dos seus experimentos. Foram quatro décadas de trabalho ininterrupto nessa direção, uma atividade que não parou”, pontua o Prof. Sebastião Pratavieira, docente e pesquisador do IFSC/USP..

Prof. Máximo Siu Li dá seu nome ao “Laboratório Avançado de Física”

Mesmo aposentado, o Prof. Máximo Siu Li continua a dar sua contribuição para o pleno funcionamento do “Laboratório Avançado de Física”, juntamente com outros docentes, pesquisadores e técnicos que seguem o caminho traçado pelo mestre, como, por exemplo, os pesquisadores Luiz Antonio de Oliveira Nunes, Leonardo De Boni, Francisco Eduardo Gontijo Guimarães, Emanuel Henn e Cláudio José Magon, dentre outros, a que se junta um conjunto de técnicos, entre os quais se destacam, por exemplo, Marcos Semenzato, Leandro Oliveira, Danielle Santini, Amauri, Ércio, Antenor Fabbri e Cláudio Boense  Bretas.

O Prof. Máximo Siu Li possui graduação em Ciências (Física) pela Universidad Nacional de Ingenieria – Perú (1968), mestrado em Física pelo Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP) (1973) e doutorado em Física pelo mesmo Instituto (1978). Tem experiência na área de Física, com ênfase em Física da Matéria Condensada, estudo de defeitos em sólidos, propriedades ópticas, elétricas e fotoestruturais, filmes finos por evaporação PVD, filmes finos por spin coating, absorção óptica e fotoluminescência até baixas temperaturas, e em diversos tipos de materiais, isolantes e semicondutores, cristalinos, amorfos, nanoestruturados.

Devido a essa entrega, a esse amor, competência e paixão pela ciência e pelo ensino que o Prof. Máximo Siu Li tão bem transmitiu a seus alunos, quer no laboratório, quer em suas aulas, o IFSC/USP decidiu dar o nome desse formidável professor e pesquisador ao “Laboratório Avançado de Física”, cuja homenagem ocorrerá no próximo dia 30 de novembro, às 10h00, no LEF – Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP) – Área-1 do Campus USP de São Carlos.

Rui Sintra – Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

Intercâmbio com a University of Groningen (Holanda) para Pós-Graduação

Estão  abertas entre os dias 24 de novembro e 21 de dezembro deste ano as inscrições ao edital Aucani/USP para intercâmbio de alunos de pós-graduação (Mestrado), para a University of Groningen (Holanda), para seis vagas com concessão de bolsa.

O programa é voltado a estudantes de Pós-Graduação para a realização de parte de suas atividades de pesquisa e aprendizado estritamente ligadas a projeto que resulte em Dissertação a ser apresentada à unidade USP de origem para obtenção de título de Mestre e que, futuramente, pretendam integrar programa de dupla titulação entre a USP e a University of Groningen em nível de doutorado, nos termos vigentes em ambas as instituições.

O intercâmbio ocorrerá no âmbito da “Ação-chave 1 – Mobilidade de Indivíduos (Key Action 1 – Mobility of Individuals)” do Erasmus +, programa da Comissão Europeia, cujo intuito é impulsionar qualificações e empregabilidade por meio da educação, formação, juventude e desporto.

Este Edital e todas as publicações a ele referentes ficarão disponíveis na área pública do Sistema Mundus (https://uspdigital.usp.br/mundus), opção Editais > Alunos de Pós-Graduação, sob o código 1645 e responsabilidade da AUCANI – Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional, até consumada a providência que lhe disser respeito.

Para conferir o edital, clique AQUI.

Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

Pesquisa realizada no IQSC/USP foi contemplada com o “Prêmio Tese Destaque USP 2022”

O trabalho de doutorado de William Marcondes Facchinatto foi contemplado com o Prêmio de Tese Destaque USP 2022 – área de Ciências Exatas e da Terra, que avaliou teses apresentadas no ano de 2021. O resultado foi divulgado no dia 07 de novembro.

A pesquisa focou no uso de material de fonte renovável, atóxico e biodegradável, descartado pela indústria pesqueira, de onde foram extraídos os biopolímeros quitina e quitosana, objeto do estudo. Segundo Facchinatto, o trabalho explorou propostas inovadoras, “reunindo estudos com ênfase em novos métodos de espectroscopias de ressonância magnética (RMN), bem como modificações e funcionalizações de materiais voltados ao interesse das áreas biomédicas e em engenharia de tecidos”.

Cada capítulo da tese deu origem a um artigo publicado em revistas destacadas da área e com significativo fator de impacto.

A tese “Physicochemical studies of chemically modified chitosans through solid-state nuclear magnetic resonance: from properties to applications” (VER AQUI) foi desenvolvida junto ao programa de pós-graduação em Química do Instituto de Química de São Carlos (IQSC-USP), sob orientação do pesquisador Luiz Alberto Colnago, da Embrapa Instrumentação; parte dos estudos foram realizados junto à Universidade do Porto, em Portugal, sob orientação do pesquisador Bruno Sarmento (doutorado sanduiche).

Os diferentes segmentos de pesquisa que deram origem aos cinco capítulos da tese e, consequentemente, aos cinco artigos originais, foram viabilizados devido ao estabelecimento de diferentes colaborações, em especial com os professores Sergio Paulo Campana Filho (IQSC-USP) e Eduardo Ribeiro de Azevedo (IFSC-USP), os quais proveram o suporte técnico-científico necessário em termos de infraestrutura laboratorial e capacitação metodológica em diferentes etapas químicas e instrumentais. Vale destacar ainda que Facchinatto e Colnago gerenciaram de forma producente o desenvolvimento de cada uma dessas pesquisas contando ainda com o auxílio pontual de diferentes pesquisadores, professores e estudantes.

Atualmente, Facchinatto conclui o seu segundo pós-doutorado como Assistente de Pesquisa na Universidade de Estrasburgo (UNISTRA) mas, na mesma semana que foi notificado sobre o prêmio, também recebeu a notícia de que foi aprovado em concurso público como Pesquisador de nível inicial na Universidade de Aveiro, Portugal. Seu novo cargo está previsto para iniciar em janeiro de 2023.

A entrega da premiação acontece no dia 22 de novembro no anfiteatro Camargo Guarnieri na USP em São Paulo, durante o 3º Encontro das Pós-Graduações da USP, aberto aos interessados.

Para conferir a relação completa dos premiados, clique AQUI.

(Por: Sandra Zambon/Comunicação IQSC/USP)

Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

IFSC EM PROL DA SOCIEDADE

INFO COVID-19

  • Programa USP VidaConheça o programa
    USP Vida

  • Ações IFSC - COVID-19Ações do IFSC frente
    ao COVID-19

EVENTOS

COLÓQUIOS E SEMINÁRIOS

NOTÍCIAS

Destaques da produção científica do IFSC/USP (Jul/Ago -2021)

A Biblioteca do IFSC apresenta os artigos científicos produzidos pelos seus docentes e pesquisadores que foram identificados como interessantes no bimestre de Jul./Ago. de 2022 pela Essential Science Indicators, um dos produtos de citação da agência Clarivate Analytics/Thomson Reuters. Lembramos que o acesso ao texto completo é liberado para comunidade USP ou quem tem acesso […]

Empregando a neuroproteômica na compreensão do cérebro humano

O Prof. Daniel Martins-de-Souza (IB-UNICAMP) foi o palestrante convidado em mais um colóquio promovido pelo IFSC/USP no dia 25 de novembro, subordinado ao tema “Empregando a neuroproteômica na compreensão do cérebro humano” A proteômica evoluiu nas últimas duas décadas de uma ferramenta metodológica para uma ciência capaz de fornecer a compreensão biológica de sistemas complexos. Tal evolução, possível […]

“Laboratório Avançado de Física” na USP de São Carlos – Prof. Máximo Siu Li: uma homenagem merecida

O “Laboratório Avançado de Física”, localizado no edifício denominado “Laboratórios de Ensino de Física” (LEF), é a principal estrutura do Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP) por onde passam os alunos que estão finalizando seus cursos, e dotado das ferramentas essenciais dedicadas aos mais atuais e revolucionários experimentos postos à disposição dos jovens estudantes. […]

IFSC EM PROL DA SOCIEDADE

INFO COVID-19

  • Programa USP VidaConheça o programa
    USP Vida

  • Ações IFSC - COVID-19Ações do IFSC frente
    ao COVID-19

EVENTOS

COLÓQUIOS E SEMINÁRIOS

Fale conosco
Instituto de Física de São Carlos - IFSC Universidade de São Paulo - USP
Obrigado pela mensagem! Assim que possível entraremos em contato..