Notícias

27 de setembro de 2017

Terminou SIFSC-2017 – um dos principais eventos do Instituto

Cerca de 350 graduandos e pós-graduandos participaram da sétima edição da Semana Integrada de Graduação e Pós-Graduação do Instituto de Física de São Carlos – SIFSC-2017 que realizou-se entre os dias 18 e 22 de setembro, na região do Campus USP São Carlos, tendo tido como objetivo integrar alunos de graduação e pós-graduação do próprio IFSC.

Organizada por alunos* da graduação e pós-graduação do Instituto, a Semana promoveu doze palestras, oito mesas-redondas, cinco minicursos e dois workshops, sendo que um deles, o XXI Workshop da Pós-Graduação, ocorreu juntamente com o 25º Simpósio Internacional de Iniciação Científica e Tecnológica da USP (SIICUSP), em que foram apresentados 250 projetos de pesquisa desenvolvidos na Unidade. Os participantes também puderam conferir o planetário itinerante do Centro de Pesquisas em Óptica e Fotônica (CePOF/FAPESP) e atividades culturais que incluíram show de talentos, espetáculo de dança do Centro Acadêmico Armando de Salles Oliveira (CAASO) e mostra artística.

Mathias Steiner, gerente de Ciência e Tecnologia Industrial da IBM Research-Brazil, foi um dos palestrantes da Semana. Em sua apresentação, ele falou sobre seu grupo de pesquisa que visa ao desenvolvimento de inovações para áreas que se destacam na economia brasileira. Mais especificamente, o objetivo de seu grupo é executar estudos de ciências físicas e químicas para criar soluções tecnológicas mais eficientes para aplicações em setores industriais, como agricultura e de óleo/gás.

Entre os exemplos de estudos realizados em seu grupo, ele destacou o desenvolvimento de sistemas que permitem, por exemplo, aumentar a quantidade de óleo recuperado em reservatórios.

Segundo Mathias, a importância em entender ciência básica está na potencialidade de se produzir sistemas de tecnologia de informação com novas capacidades. “Dessa forma, conectamos ciências físicas e químicas com tecnologia e valor comercial”, explicou ele à Assessoria de Comunicação do IFSC/USP.

Vicente Mattos, que cursa o segundo ano de mestrado no Grupo de Óptica do IFSC, organiza a SIFSC desde 2013. Segundo ele, as principais novidades desta edição da Semana foram as mesas-redondas que promoveram, por exemplo, conversas sobre “Ensino de Graduação e Pós-Graduação no IFSC e os impactos sobre a Pesquisa e Extensão”, com a participação os docentes da USP: Tito José Bonagamba (Diretor do IFSC/USP), Antonio Carlos Hernandes (Pró-Reitor de Graduação da USP), Carlos Gilberto Carlotti Junior (Pró-Reitor de Pós-Graduação da USP), Hamilton Varela (Assessor Técnico de Gabinete da Pró-Reitoria de Pesquisa da USP), José Nicolau Gregorin Filho (Representante do Pró-Reitor de Cultura e Extensão da USP); e uma mesa-redonda sobre “Carreira além da academia – Uma visão de empreendedores”, com Maria Dotta (Cellco Biotec), Edivar Queiroz (Luz Soluções Financeiras), Daniel Consalter (FIT – Fine Instrument Technology) e Marcos Raphael Bernardi (Ponttonline). Outro destaque, segundo o organizador, foi o workshop “Alunos em Ação”, em que grupos de extensão promoveram suas ações.

Encerramento da Semana

Na noite de 21 de setembro, realizou-se a cerimônia de encerramento da SIFSC, com discursos dos Profs. Drs. Tito José Bonagamba, Luis Gustavo Marcassa (Representante da Comissão de Graduação do IFSC), Valmor Roberto Mastelaro (Comissão de Pós-Graduação do IFSC), Adriano Defini Andricopulo (Comissão de Pesquisa do IFSC) e Sérgio Ricardo Muniz (Comissão de Extensão do IFSC).

O Prof. Tito foi o primeiro a falar, enfatizado a capacidade do Instituto de oferecer bolsas a, praticamente, todos os alunos que desejam fazer Iniciação Científica, uma atividade que, segundo ele, estreita a relação entre seus autores, pós-graduandos e pós-doutorandos. Ele falou também sobre a nota máxima (7) que o programa de pós-graduação do IFSC recebeu, novamente, na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Outro destaque de sua fala foi a habilidade do IFSC na consolidação de um ambiente de pesquisa, desenvolvimento e inovação. Para ele, esse potencial da Unidade se reflete no fato dela ter “vários Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia [INCT’s], vários CEPID’s da FAPESP”, sendo também uma unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa de Inovação Industrial (EMBRAPII).

O Prof. Valmor Mastelaro também enfatizou a avaliação da CAPES, destacando que é um grande desafio manter a excelência e a igualação a instituições cuja qualidade é reconhecida internacionalmente. Ele indicou também que alunos da graduação façam Iniciação Científica para se familiarizarem com o ambiente de pesquisa.

O Prof. Marcassa, por sua vez, comentou a falta de estudantes durante a cerimônia: “Nós temos duzentos e cinquenta alunos de pós; nós temos quatrocentos e cinquenta de graduação e nós temos meio anfiteatro cheio! Isso eu acho que é preocupante”, avaliou, questionando se há um interesse de se conhecer o trabalho dos colegas tanto na SIFSC como em outros encontros científicos.

Já o Prof. Adriano parabenizou a organização pelo “trabalho voluntário” que dedicou na tentativa de reunir pessoas para que discutissem pesquisa. O docente também comentou que não se pode desanimar com a “situação muito triste” pela qual a ciência nacional tem passado, porque precisa-se de uma educação forte e qualificada para que se faça ciência e tecnologia da melhor forma possível. “Excelência é o que a gente busca em todos os aspectos do trabalho que nós fazemos”, disse ele.

Posteriormente, o Prof. Sérgio Muniz enfatizou uma das principais marcas da SIFSC: sua organização integrada inteiramente por alunos. Mas disse também que é papel dos alunos, juntamente com o corpo docente, estimular maior participação do público em eventos como este, onde se pode conhecer as várias linhas de pesquisa que são executadas em laboratórios de pesquisa.

A Profa. Yvonne Mascarenhas incentivou maior participação do público, inclusive, nos seminários que são organizados semanalmente no IFSC/USP. De acordo com ela, a juventude está perdendo a vontade de buscar conhecimento, o que pode ser resultado da educação. Nesse sentido, fez um apelo para que cada um se questionasse se estava perdendo a própria curiosidade.

Antes do encerramento, o tema “Estabilidade Emocional no Ambiente Acadêmico” norteou as palestras apresentadas pelos psicólogos Letícia Romano Menegazzo e André Luís Masiero que, logo em seguida, participaram de uma mesa-redonda sobre o mesmo tema, com a participação de Tito José Bonagamba, Leonardo Maia (IFSC/USP), Vitória Baldan (IFSC/USP) e Krissia Zawadzki (IFSC/USP). Essas atividades, bem como a cerimônia, podem ser assistidas nos vídeos abaixo:

Após a cerimônia de encerramento, houve a entrega do Prêmio de Mérito Científico “Profa. Dra. Yvonne Primerano Mascarenhas”, entregue pela própria docente aos autores dos melhores trabalhos apresentados durante esta SIFSC, e do Prêmio de Mérito Acadêmico “Prof. Dr. Bernhard Gross”, entregue pelos Profs. Drs. Luis Gustavo Marcassa e Tereza Cristina da Rocha Mendes (Comissão de Graduação do IFSC/USP). Confira o resultado de ambos os prêmios abaixo:

Prêmio de Mérito Científico “Profa. Dra. Yvonne Primerano Mascarenhas”

Projeto de Iniciação Científica: Raquel Gama Lima Costa

Projeto de Mestrado: Guilherme Eduardo de Souza

Projeto de Doutorado: Krissia de Zawadzki

Prêmio de Mérito Acadêmico “Prêmio Prof. Dr. Bernhard Gross”

Alunos que obtiveram melhor desempenho acadêmico em todo o curso, graduados em 2016:

Gabriela Fernandes Martins (Bacharelado em Física)

Gabriel Brognara (Bacharelado em Ciências Físicas e Biomoleculares)

Luisa Bianconi Duarte Novais (Licenciatura em Ciências Exatas – Habilitação em Física)

Alunos que obtiveram melhor desempenho acadêmico no ano de 2016:

Pedro Monteiro Consoli (Bacharelado em Física)

Guilherme de Sousa (Bacharelado em Física Computacional)

Roberto Hiroshi Matos Furuta (Bacharelado em Ciências Físicas e Biomoleculares)

Anderson Thiago Maruyama Nascimento (Licenciatura em Ciências Exatas – Habilitação em Física)

Abaixo, assista à cerimônia de encerramento e às premiações:

*Ana Flávia Silveira de Camargo, Beatriz Saiani Bellini, Bernardo Duarte Rosa, Gabriel dos Santos Araujo Pinto, Gabriela Ruiz, Humberto Ribeiro de Souza, Jader Oliveira Leite Filho, João Gabriel Gonçalves Chiquito, Luana de Souza da Costa, Murilo Franchi, Nicolas André da Costa Morazotti, Rafael Francisco Santiago de Souza, Renato Mariano Rissi, Roberto Furuta, Vicente Mattos e Vitoria Baldan.

Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

Compartilhe!
Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Fale conosco
Instituto de Física de São Carlos - IFSC Universidade de São Paulo - USP
Obrigado pela mensagem! Assim que possível entraremos em contato..